6 passos para auxiliar os líderes no processo de mudança

Mudanças rápidas estão ocorrendo em toda a economia e sociedade global. Como resultado, as empresas estão tendo que se transformar com mais frequência abrindo espaço para consultorias especializadas em mudança organizacional.

Segundo pesquisa realizada pela EY e pela Saïd Business School da Universidade de Oxford demonstrou que nos últimos cinco anos, 85% dos líderes seniores estiveram envolvidos em duas ou mais grandes transformações, entretanto quase 70% não tiveram sucesso.

Como os consultores podem auxiliar os líderes a realizar mudanças na organização de forma eficaz?

Primeiro passo: Auxiliar os lideres a priorizar as emoções dos funcionários

O consultor deve deixar claro para a cúpula das organizações que se quiserem ter sucesso em seus objetivos é preciso garantir que os trabalhadores se sintam apoiados durante a transformação, reduzindo o nível de stress e sofrimento tão comuns nesse período.

Segundo a pesquisa, os líderes que priorizam as emoções dos funcionários durante uma transformação têm 2,6 vezes mais chances de sucesso do que aqueles que não o fazem. Além disso, mais da metade dos entrevistados que fizeram parte de uma transformação bem-sucedida disseram que receberam o apoio emocional de que precisavam durante todo o processo.

O consultor pode auxiliar os administradores no apoio dos trabalhadores a facilitar o acesso a serviços de saúde mental criando espaços seguros onde as questões/preocupações possam ser transmitidas com confiança:

Possibilitar o acesso a plataformas online que conectam funcionários a psicólogos treinados

Planejar reuniões regulares projetadas para criar um ambiente em que os funcionários se sintam à vontade para levantar questões sem medo ou julgamento.

Segundo passo: Implementar uma mentalidade e cultura de start-up

A transformação é sempre um caminho acidentado e haverá muitos obstáculos ao longo do caminho. Para auxiliar os líderes a superar os desafios inevitáveis ​​da maneira mais suave possível, os consultores devem aconselhar a adoção de uma mentalidade e uma cultura de start-up que incentive os funcionários a compartilhar suas ideias e experimentar novas abordagens.

Isso exige da alta cúpula uma abertura a novas ideias, a escutar criticas e sugestões. Esse tipo de cultura de inovação e colaboração é uma parte fundamental da jornada que as rganizações precisam seguir para ter transformações bem sucedidas.

Terceiro passo: Comunicar a visão

Um dos pontos que os lidere mais tem dificuldade e precisam de apoio da consultoria é na hora de comunicar a visão. Ter e comunicar uma visão clara de transformação na qual todas as partes interessadas acreditem é essencial e serve como base para qualquer processo de mudança.

A chave para isso é explicar por que a transformação precisa acontecer, não apenas querer que aconteça para alcançá-la. Quase metade dos entrevistados (47%) em uma transformação de alto desempenho afirmou que a visão de seu líder era clara, inspiradora e convincente, contra apenas 26% daqueles em uma transformação de baixo desempenho.

O consultor deve fazer a tradicional pergunta: Como estará sua organização em 2, 5 ou 10 anos? E complementar: Como aumentar a vantagem competitiva?

A resposta a essas perguntas vão orientar a visão estratégica e criarão um propósito a ser seguido, garantindo que a visão seja realmente atraente.

Quarto passo: Investir em tecnologia

Implementar novas tecnologias é fundamental para aumentar a eficiência e permitir que a força de trabalho se concentre em elementos mais estratégicos do negócio. De acordo com a pesquisa quase 50% dos funcionários em um processo de mudança bem sucedido alegam que sua organização investiu nas tecnologias certas, em comparação com 33% para transformações de baixo desempenho.

Quinto passo: investir em talentos

O consultor deve estar atento, porque a tecnologia por si só não é suficiente. Para atingir resultados excelentes a tecnologia precisa estar fortemente atrelada a pessoas talentosas.

Isso engloba a seleção correta, o treinamento adequado e um acompanhamento dos desejos e aspirações dos melhores colaboradores. O trabalhador deve entender que a tecnologia agregará valor ao seu trabalho, sem, no entanto, ameaçar seu emprego.

Sexto passo: Alinhar o estilo de liderança

Um bom consultor é hábil em lapidar e refinar lideranças. Requer um cuidado na análise das limitações dos gestores e na adequação da abordagem das mudanças a serem implementadas.

Os gestores precisam entender que estão lidando com pessoas, com sentimentos. Por isso devem ser transparentes com os funcionários sobre a direção da transformação. O consultor deve incentivar diálogos de mão dupla, com uma escuta ativa dos feedbacks que recebem.

A mudança nunca é fácil e haverá muitas reviravoltas ao longo do caminho. Mas a realidade é que a mudança é essencial e está acontecendo em um ritmo mais rápido agora do que nunca.

 As empresas hoje precisam existir em constante estado de transformação para se manterem competitivas.  Isso demanda muito empenho dos consultores para acompanhar os líderes  a enfrentar os obstáculos  mantendo a calma diante dos problemas e guiando-os no campinho da prosperidade.

Infográfico: 6 Passos para auxiliar os líderes no processo de mudança

Publicado por Ligia Kobal

Mestre em consultoria e gestão Empresarial pela UMSA, especialista em gestão organizacional pela Fundação Getúlio Vargas, especialista em gestão de recursos humanos pela Universidade de Taubaté, graduada em administração de empresas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: