Abordagem quantitativa e qualitativa

Qual a melhor abordagem de pesquisa? Quantitativa ou qualitativa? 

Durante muito tempo, as abordagens quantitativa e qualitativa foram vistas como “rivais” (Sampieri et al., 2014), entretanto na atualidade elas são entendidas como complementares e possuem grande valor para a obtenção de conhecimento. A despeito de não serem excludentes, existem inúmeras diferenças entre elas.

As principais diferenças entre as abordagens são:

Nota: Elaborado pela autora com base em  Prodanov & Freita ( 2013).

Como se observa, a pesquisa qualitativa fornece profundidade aos dados, riqueza interpretativa, contextualização do ambiente ou ambiente, detalhes e experiências únicas. Da mesma maneira, traz um ponto de vista abrangente e natural dos fenômenos, bem como maior flexibilidade. Por outro lado, a abordagem quantitativa apresenta a possibilidade de generalizar os resultados de forma mais ampla, dá controle sobre os fenômenos, além de um ponto de vista baseado em contagens e magnitudes. Também, proporciona alta repetibilidade e foca em pontos específicos de tais fenômenos, além de facilitar a comparação entre estudos semelhantes.

A abordagem quantitativa ou qualitativa não proporciona maior ou menor grau de cientificidade à pesquisa. Inclusive, é frequente a combinação dos métodos (“qualiquanti”) para fortalecer e enriquecer a pesquisa em termos de confiabilidade e abrangência (Alves, 2020).

Ou seja, não se pode afirmar que uma abordagem é melhor que outra. Elas apenas constituem formas diferentes para o estudo de um fenômeno.

Fonte:

Alves, C. N. (2020). Introdução a metodologia de pesquisa. FGV Direito Rio.

Prodanov, C. C., & Freitas, E. C. (2013). metodologia do trabalho científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico (2nd ed.). Feevale.

Sampieri, R. H., Collado, C. F., & Lucio, M. del P. B. (2014). Metodologia de la investigación. McGraw-hill / Interamericana Editores.

Publicado por Ligia Kobal

Mestre em consultoria e gestão Empresarial pela UMSA, especialista em gestão organizacional pela Fundação Getúlio Vargas, especialista em gestão de recursos humanos pela Universidade de Taubaté, graduada em administração de empresas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: